quarta-feira, junho 27, 2007

Feliz Aniversário Primoca

Há laços que parecem que sempre existiram, caminham entre vidas. Há nós fortes, nós apertados, nós impossíveis de desatar.
Tu e eu somos assim, um nó anular, sem princípio nem fim, iguais em todos os aspectos.
Não existe tempo, nem espaço, nem condição física que nos separe, deve ser por isso que sonho que estou grávida da C. Já temos um nozinho que começa a dar os primeiros passos em direcção a um nó maior.
Eu-parte-do-nó sou deficiente em palavras que transmitam emoções e sentimentos únicos, mas tu-parte-do-nó és dotada de uma inexplicável capacidade de me adivinhar as emoções. Como vês não és só gestora de recursos humanos alheios!
Mesmo gerindo muito mal a conjugação de palavras, quero dizer-te, o que já sabes, que te amo imensamente.
Que tenhas um aniversário conjugadamente feliz, como só tu mereces.


Canela

2 comentários:

Cláudia disse...

A única palavra que me vem à mente é obrigada e também te adoro muito. Só podia convidar para madrinha da C. além em quem pudesse confiar totalmente e que sei que a vai tratar como filha sempre... esse é o verdadeiro significado para mim da madrinha, alguém em quem posso confiar o que tenho de mais precioso.

Canela disse...

Que dizer quando as lágrimas se escapam dos olhos e nos turvam as palavras?!
Apenas que, a C. já é minha filha também, vive repartida entre dois ventres, um que a transporta e outro que a sonha! E que, também, é muito amada!
Adoro-vos