quarta-feira, abril 18, 2007

Chocólatra Selectiva

Bombons da Confeitaria Arcádia do Porto
Imagem retirada daqui e parte da história aqui

Adoro chocolate, mas, sou selectivamente chocólatra, ou seja, não gosto de todo o tipo de chocolate. Detesto, o chamado, chocolate branco. Detesto chocolate com avelãs. Não gosto, particularmente, de “praliné”. Resumindo, gosto muito pouco de misturas, mas adoro, determinadas, combinações. E, sem dúvida uma das combinações que adoro, pelas múltiplas sensações que provoca nas minhas papilas gustativas, é a de chocolate negro recheado com um estimulante licor e uma deliciosa cereja. A combinação que se adora ou se detesta, sem nenhum outro tipo de cambiante pelo meio.
Assim sendo, a propósito de um livro que me ofereceram sobre chocolate, saboreiem:

«Aromas e Perfumes»
«Mas a maior emoção táctil sente-se acariciando lentamente com os lábios um fragmento de chocolate de modo a sentir-lhe e avaliar-lhe a consistência, a temperatura e a macieza, mas também começar a sentir-se envolvido pelos quatrocentos aromas que o cacau contém.»

«A Degustação»
«Chegados a este ponto, depois de ter acordado e excitado todos os sentidos, o chocolate pode ser finalmente introduzido na boca. O chocolate deve ser partido delicadamente com os dentes de modo a pressentir mais uma vez o agradável crocante e, em seguida, deve deixar-se desfazer docemente entre a língua e o palato de modo que possa atingir rapidamente a temperatura do corpo e ficar primeiro macio, depois cremoso e por fim líquido, seduzindo assim cada recesso do céu da boca. Quando o chocolate atinge o estado líquido é importante, ajudando com a língua, distribuí-lo por todo o palato de modo a envolver e impregnar cuidadosamente as papilas gustativas…»

Mario Busso in “O Chocolate”

Resta-me acrescentar que saborear chocolate, nunca mais será o mesmo!


Canela

2 comentários:

Anónimo disse...

De facto dá que pensar!...
Piro-b...

Canela disse...

Então não!...
A sweet kiss