quinta-feira, maio 03, 2007

Farmacologia vs Poesia

Assim que se olharam, amaram-se; assim que se amaram, suspiraram; assim que suspiraram, perguntaram-se um ao outro o motivo; assim que descobriram o motivo, procuraram o remédio.

William Shakespeare

Canela

2 comentários:

Anónimo disse...

Cadé ele?
Piro

Canela disse...

Parte, fora de ti, o que sempre medimos e, o que sempre nos mede... o tempo!
Parte, dentro de ti, na razão que teima em não se querer conhecer!