sexta-feira, fevereiro 01, 2008

Punctum crucis



Porque é que este sonho absurdo
a que chamam realidade
não me obedece como os outros
que trago na cabeça?

Eis a grande raiva!
Misturem-na com rosas
e chamem-lhe vida.




José Gomes Ferreira in “Porque é que este sonho absurdo”

Pintura de Salvador Dali (The True Painting of the “Isle of the Dead” by Arnold Böcklin at the Hour of the Angelus), 1932.



E das rosas só restaram as pétalas, porque os espinhos já tinham sido removidos um a um.
Nunca me conseguiste ver as mãos, como poderias alcançar o horizonte?!


Canela

4 comentários:

Anónimo disse...

Quase ninguém nos consegue ver as mãos...
Piro

Canela disse...

Quase ninguém nos chega aos pés...

Anónimo disse...

Ó amiga...só tu para me fazeres rir!
Piro

Canela disse...

Se soubesses o que aconteceu hoje! Ás vezes, vá se lá saber porquê, consigo prever o futuro (a curto prazo), principalmente quando se trata de gajos! Ainda vai dar post, vais ver!