sábado, março 24, 2007

Spring time

Um pedaço de vida, trazido de um ex-território português – Macau –, floresce no meu Jardim.
A expressiva tempestade biótica atingiu, fortemente, o jardim e para além, do intenso perfume a goivos, das tulipas, das frésias, da gardénia, das orquídeas, das petúnias, do jasmim e de todas as outras, a pitangueira vestiu-se de flores.
Pela primeira vez, a pequena pitangueira, não se deixou intimidar pela rubra japoneira e pela magnólia lilás, e entre as suas folhas lustrosas encontrou espaço para colocar flores.
Está linda!


Canela

2 comentários:

Anónimo disse...

Nomalmente os mais pequeninos são os mais tesos!...
Piro-provocação

Canela disse...

Os espirítos inquietos que comandam o mundo!
A força da inocência!
Os propulsores da vida!
A beleza miniaturizada! Sem medos!