terça-feira, novembro 11, 2008

Acreditar na intuição

Desde o inicio que julgava a situação, algo me dizia que tinha contornos demasiado obscuros. De resto todos me faziam acreditar que não, até o ranhoso do coração que decidiu manter-se quase de pedra e cal, por mais que eu o puxasse. Hoje, bastaram menos de 10 minutos para que alguém me fizesse acreditar que o melhor é ligar-me ao que não sinto do que ao que vejo. Simples, muito simples.



Canela

4 comentários:

psicologo001 disse...

Agora você nos deixou na curiosidade, Ana. O que te disseram pra você acreditar na intuição? queremos saber! Beijos do Daniel

Anónimo disse...

Sagrada intuição feminina...a minha deve andar...na rua da amargura!!!!!
Piro

Canela disse...

Para o Daniel
Não me disseram nada que eu já não soubesse, aliás a pessoa com quem falei nem imaginava que eu conhecia o assunto em profundidade. Pelos vistos, eu também não!

Beijinhos da Canela


Para a Piro
Acredita que não!
Anda mais pela rua das doçuras!!!!

Beijinhos Linda

trovador disse...

sHAuHauHUahUAH

bonjuor ma cheri, estou cá eu a poucos dias da ultima prova! ^^

o ano está acabando e eu não sei o que vai ser do próximo... é justo assim, penso, sempre me acostumo ao ritmo frenético da vida, ela pára.

Mas o bom é que tenho tempo para ler-te, e lerei com mto gosto!

Huumm

Sou cético com relação a intuição... Talvez a mente e a alma pesquem coisas em nosso subconsciente. Talvez o subcosciente perceba o meio melhor do que nós. Não sei :P

Eu, se tenho instinto e intuição, são extremamente falhos.

AuHauHUa

Beijoos ma cheri, au revoir =*