sexta-feira, outubro 24, 2008

O jardim no Outono



Canela

4 comentários:

trovador disse...

ahh, ma cheri, você me falando essas coisas me deixa sem graça!

^^

Eu fico convencido!

Se eu sou um Mar seu, você é uma Lua minha, ma cheri ^^

E é assim que fazemos o mundo, contigo me deixando forte e comigo te deixando forte, seremos fortes ambos!

^^

Aih é outono?

Aqui é primavera e nossa, faz um calor! Nem imagina.

Beijos ma cheri!
Tudo de bom!

Pra ti e pra toda minha familia portuguesa :P

abraços pra todos e diga que naum esqueci de ninguém, viu? ^^

beijoos
au revoir ♥

Canela disse...

Obrigada Doce!

Aqui estamos em pleno Outono, o tempo já arrefeceu especialmente de manhã e à noite, mas o Sol brilha, felizmente. Como tal, tenho o jardim cheio de flores, a casa cheia de flores (adoro o cheiro e o colorido das flores dentro de casa).
Mas o que me enche de prazer nestes dias é a tranquilidade das esplanadas viradas para o mar, como a Praia da Luz (a perfeita sala-de-estar sobre o mar), estar sentada num puff ou recostada num sofá, com um livro numa mão e um chocolate quente na outra.

Os beijinhos foram entregues e retribuídos de todos nós um beijão enorme carregadinho de amor e de votos de imensa felicidade para o teu vestibular.
Também daqui beijinhos para todos aí, e um beijinho meu especial para a tua mamã!

ADORO-TE

Anónimo disse...

Assim vale a pena chegar ao Outono!
Espero que quando chegarmos ao Outono das nossas vidas também estejamos assim!
Piro

Canela disse...

Disso não tenho a menor dúvida!
Seremos sempre um belo ramalhete de papoilas acompanhadas de fatias de pão-de-ló e malvasia (eu cá sou mais adepta de um excelente vintage!), como no poema de Cesário Verde.