terça-feira, junho 24, 2008

Excepções

Agora que sou "fundamentalista" – como diz o meu pai.
Agora que deixei de comer carne (excepto peixes, moluscos, crustáceos, bivalves e afins) pelas razões que quase todos vocês conhecem.
Agora, dizia eu, abro excepções: para as empadinhas de vitela da padaria Ribeiro e para o arroz de cabidela com galináceos unicamente criados em casa (juro que isto não é choradinho!).
Assim sendo, para o jantar temos: empadinhas de vitela da supracitada padaria e cogumelos recheados com queijo Roquefort e assados no forno, tão simples quanto isto!
Alguém falou em colesterol?! Atenção: «temos» não é lista!!!


Canela

5 comentários:

Licas disse...

Vou fazer-me de convidada.
Temos um novo membro na família que tens que conhecer. Chama-se Cuca e tem 3 meses :-)
Tudo bem por aí?!
Bjx grande das 3

Canela disse...

A ou o Cuca é Linda(o)!
Da(o) Cuca gosto particularmente do ar de malandra(o)!
A Diny ainda hoje conserva a mesma personalidade: "Quero, posso e mando", mas eu adoro o ar arrebiatado com que me olha quando lhe dou uma ordem que ela não pretende cumprir.
Espero que a fase destrutiva da(o) Cuca seja menos evidente do que a da Diny, que até uma das lentes dos óculos roeu, assim que os óculos chegaram da óptica!
Claro que o senhor da óptica ficou felicíssimo quando no dia seguinte levei novamente os óculos para colocar a lente que tinha custado cerca de 300 euros.
Sem comentários!
Já conheces a "peça" tem tanto de doce como de teimosa. Apreendeu com a dona.
Um beijinho grande para os meus três amores.

Licas disse...

É uma cuca!!!
:-)

Canela disse...

Ainda bem!
As fêmeas são muito mais inteligentes do que os machos e menos territoriais! ;)

Licas disse...

:-)